Sindicato das Autoescolas e senador Prisco Bezerra debatem sobre educação para o trânsito

Início / Artigos / Sindicato das Autoescolas e senador Prisco Bezerra debatem sobre educação para o trânsito

Representantes do Sindicato das Autoescolas do Ceará se reuniram hoje (7) com o senador Prisco Bezerra (PDT-CE) em Fortaleza (CE) para debater o fortalecimento de ações para a educação no trânsito. Participaram do encontro o presidente da entidade, Eliardo Martins, e os diretores jurídico, Alisson Maia, e financeiro, Ari Lima.

 

Um dos assuntos abordados foi o Projeto de Lei 6485/19, de autoria da senadora Kátia Abreu (PDT-TO), que retira a obrigatoriedade das aulas teóricas e práticas em autoescolas para tirar habilitação nas categorias A (carro de passeio) e B (motocicleta) no Brasil.

 

O Sindicato questiona o Projeto de Lei por considerá-lo inconstitucional. Segundo Martins, a Constituição determina que a educação para o trânsito é uma política de segurança pública. Atualmente, conforme ele, os Centros de Formação de Condutores (CFCs) são as únicas instituições que fazem esse papel de forma estruturada, já que não há disciplina do tipo nos currículos escolares, como prevê o Código Brasileiro de Trânsito (CTB).

 

“O Projeto de Lei da senadora Kátia Abreu coloca em risco a vida do cidadão. Não há outro tipo de instituição que promova a educação para o trânsito além das autoescolas, abordando teoria e prática. Caso o projeto seja aprovado, a tendência é ter condutores mal-preparados e, em consequência, um aumento no número de acidentes de trânsito. Aliado a isso, há os custos para o Estado, que irá arcar com as consequências desses acidentes, sobretudo na saúde pública”, explica o presidente do Sindicato.

 

Para Alisson Maia, o projeto é um retrocesso para o CTB. Ele defende que sejam debatidos meios de desburocratizar o acesso da população às autoescolas, sobretudo por meio da redução dos custos. O diretor calcula que, pelo menos, 50% do valor cobrado dos alunos correspondam a taxas pagas aos Departamentos Estaduais de Trânsito (Detrans).

 

 “Não é aceitável extinguir a obrigatoriedade das aulas em autoescolas, pois elas são fundamentais no processo de formação dos condutores. Em vez disso, é preciso buscar aprimorar a educação no trânsito e a forma de acesso das pessoas a essas instituições.”

 

O senador Prisco Bezerra se dispôs a acompanhar o andamento do Projeto de Lei, que está na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) do Senado aguardando designação do relato

%d blogueiros gostam disto: