Suspensão de atividades das autoescolas afeta 23 mil candidatos à CNH no Ceará

Início / Sem categoria / Suspensão de atividades das autoescolas afeta 23 mil candidatos à CNH no Ceará

Os alunos já inscritos nas unidades de ensino estão com os processos parados devido às medidas de distanciamento social em vigor no estado

Cerca de 23 mil pessoas no Ceará aguardam a conclusão dos seus processos de habilitação para conduzir veículos. O levantamento foi feito pelo Sindicato das Autoescolas do Ceará. As unidades de ensino estão com as atividades paradas desde o início do vigor das medidas de distanciamento social determinadas pelo Governo do Estado, o que levou à suspensão de todas as atividades das autoescolas.

“Para se tornar caminhoneiro, ser motorista de aplicativos ou ser entregador delivery, o cidadão precisa da autoescola. Essas são atividades que movem a economia. Por isso, as autoescolas são essenciais para a sociedade”, defende o presidente do Sindicato, Eliardo Martins.

Com os estudos do Governo do Ceará para implementar a abertura gradual de alguns setores da economia, o Sindicato das Autoescolas pleiteia a inserção da atividade na primeira fase, que engloba negócios de baixo risco sanitário e alto impacto econômico ou social.

O pedido foi feito ao Governo do Estado em ofício dirigido ao Secretário-Chefe da Casa Civil, Élcio Batista, e também será apresentado por meio da Fecomércio, à qual o sindicato é filiado. A federação é um dos representantes do setor produtivo no Comitê Estadual de Enfrentamento à Pandemia do Coronavírus no Ceará.

Segundo a entidade, as autoescolas se encaixam no perfil desta primeira fase dada a importância do setor para a economia, sobretudo no interior, e as medidas de segurança para o retorno às atividades, como a higienização dos veículos e a realização das aulas técnico-teóricas na modalidade online. Essas medidas fazem parte de plano de retomada dos serviços elaborado pelo sindicato.

O uso da modalidade de ensino remoto foi liberado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran) e precisa ser regulamentado pelos estados. A entidade mantém diálogo permanente com o Departamento Estadual de Trânsito do Ceará (Detran-CE) em busca de viabilizar os meios de promover as aulas remotas nas autoescolas do estado.

Segundo o diretor jurídico do Sindicato, Alisson Maia, existem plataformas de ensino que atendem integralmente às exigências do Contran para segurança do processo de ensino. “As plataformas permitem realizar as aulas remotas ao vivo, de forma a garantir a presença de todos os alunos no momento marcado. A regulamentação dessa forma de ensino deverá beneficiar mais de 5 mil candidatos que deram entrada no processo e aguardam a realização do curso teórico.”

Existem 363 autoescolas em todo o Ceará, responsáveis por 4,5 mil empregos diretos.
Confira números do setor :

SERVIÇO QUANTIDADE
Aguardando realizar o curso teórico – Agora via remoto, sem ser presencial 5.474 candidatos
Reprovados na prova de legislação – Aguardando refazer o teste com o retorno das atividades do Detran/CE 1.975 candidatos
Aguardando realizar as aulas práticas de direção nas autoescolas – Com o retorno das autoescolas seguindo regras especificas de higienização e prevenção de riscos 7.432 candidatos
Aguardando realizar o exame prático de direção veicular – Com a retomada das atividades do Detran/CE e o auxilio do Sindicato das autoescolas com disponibilização de tecnologia para reduzir os riscos de contaminação aos candidatos e servidores do Detran 8.296 candidatos
TOTAL DE CIDADÃOS AGUARDANDO CONCLUIR O PROCESSO DE OBTENÇÃO DA CNH 23.177 candidatos

Fonte: Pesquisa direta com 202 das 363 autoescolas do Ceará

%d blogueiros gostam disto: